Descoberto Elo perdido entre América e África


Tecnologia, Cadeia, Elo Da Cadeia, Parafuso



A história começa com pesquisadores brasileiros buscando evidências físicas que pudessem comprovar que a América já foi unida a África em um passado muito distante, ou seja, a bilhões de anos atrás quando existia um único bloco de terra que foi denominado de Pangeia.





Segundo a teoria esse supercontinente se despedaçou nos continentes atuais e algumas partes do mesmo  foram submersas com o movimento das placas tectônicas.


Foi aí que nossos desbravadores a bordo de um navio equipado com super câmeras e outros aparatos tecnológicos como um submarino, saíram para desbravar o litoral fluminense e se depararam com granitos que segundo teorias só poderiam ser constituídos em solos não inundados. Sugerindo assim que possivelmente essa área agora no fundo do oceano poderia ter sido o elo que faltava no quebra-cabeça para montarmos a ligação entre América e África.



A lenda, o mito de Atlântida 

 

 

Atlântida tida por muitos como algo inventado pela mente do filósofo grego Platão, tida por outros como o exemplo do qual a ciência humana pode progredir, tida por outros apenas como uma lenda passada de geração em geração, ganhou força com essa descoberta na costa brasileira. Surgindo a indagação seria este pedaço de solo a evidência da qual tantos já procuraram e especularam? Teria Atlântida realmente existido? E ainda mais existido próximo ao nosso território? Essas são questões que talvez sejam solucionadas um dia, mas o que nós sabemos é que, algo grandioso possivelmente pode ter sido encontrado, a peça que faltava para montarmos a união anatômica precisa do encaixe    entre América e África.
  


A descoberta

 

A descoberta foi feita utilizando um Shinkai 6500 submersível tripulado e operado pela agência japonesa. A massa de granito que foi descoberta estima-se ter afundado no mar a várias dezenas de milhões de anos atrás. Nenhuma estrutura feita pelo homem foi encontrada lá até o momento.


É a primeira vez que tal investigação usando um submersível tripulado foi realizado no Atlântico sul. 



No final de abril, a agência usou o dispositivo para explorar a Elevação do Rio Grande, uma formação do fundo do mar a mais de 1.000 km ao sudeste do Rio de Janeiro. A uma profundidade de 910 metros, foi encontrado um penhasco com cerca de 10 metros de altura e largura.


Depois de analisar os dados de vídeo, a agência concluiu que era de granito. Também descobriu na área ao redor  um grande volume de areia de quartzo - o que também não é formada no mar. A base é constituída principalmente de rocha basáltica.



A descoberta estende-se cerca de 1.000 km no ponto mais largo, e é considerado como a parte que os  continentes deixaram para trás quando a América do Sul e África se separaram a mais de 100 milhões de anos atrás. A agência disse que assume que a área estava acima do nível do mar até cerca de 50 milhões de anos atrás, mas ficou submersa ao longo de um período de vários milhões de anos, com base em fósseis encontrados nas proximidades do leito do mar e outros dados.



Segundo a agência, a Elevação do Rio Grande é a única área plausível que poderia ter sido a terra seca no passado.



Apesar da mais recente descoberta, no entanto, os peritos permaneceram cautelosos sobre tirar conclusões precipitadas sobre Atlantis.



Shinichi Kawakami, professor da Universidade de Gifu versado em ciências planetárias, disse o granito poderia ter sido uma parte de um grande continente antes de ser separado doo que é hoje a África e a América do Sul.



"A América do Sul e a África costumava ser um enorme continente unificado. A área em questão pode ter sido deixado submerso quando a parte do continente foi separado de acordo com os movimentos das placas ", disse ele.



Kawakami disse que os pesquisadores devem olhar mais para a composição do granito e ver se ele corresponde ao granito encontrado agora na África ou na América do Sul.



"O conceito de Atlantis veio muito antes geologia da idade moderna se estabelecida. Nós não devemos ir para a 
(conclusão) de que está é  Atlantis imediatamente ", disse ele.



( via japantimes.co.jp ) e disclose
Share this article :
 
Reações: 

+ comentários + 1 comentários

Anônimo
25 de novembro de 2013 12:05

olha somos descendentes dos atlantis kkkkkkkkkkkkkkk, pura invenção kkkkkkkkkkk

Postar um comentário

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2011. Diversão, informação e muito mais... - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger