Alimentos diets podem, estar te matando

 Diet soda, aspartame shown to destroy kidney function

Em um estudo de 11 anos realizado por cientistas do Brigham and Womens Hospital , em Boston, houve uma forte correlação positiva encontrada entre a degeneração da função renal e consumo de aspartame contido em dieta com refrigerante. Publicado no Jornal de Clínicas da Sociedade Americana de Nefrologia, o estudo acompanhou 3.318 mulheres por um número de anos onde elas consumiram refrigerante diet que contém adoçantes artificiais, como o aspartame. Os cientistas levaram em conta a idade de cada participante, pressão arterial, tabagismo (quando aplicável), e condições pré-existentes, como doenças cardíacas ou diabetes, e aplicaram questionários de frequência alimentar em 1984, 1986, 1990, 1994, e 1998. Aquelas que consumiam duas ou mais bebidas dietéticas diariamente, verificou-se que houve um risco dobrado de aceleração do declínio renal.

Um estudo separado publicado no American Journal of Clinical Nutrition mostrou que, contrariamente às alegações de segurança feitas pelos fabricantes de aspartame, relacionados com a saúde, incluindo preocupações com avariações como: linfoma e leucemia ainda são abundanets. Enquanto autores do estudo na Brigham and Womens Hospital e da Harvard Medical School, admitiram que houve outras variáveis a serem consideradas como o sexo do consumidor, nesse caso específico, eles permaneceram preocupados com os riscos associados com o refrigerante diet.

Vale notar que o refrigerante diet também é rico em sódio - e em quantidades maiores do que os encontrados em refrigerantes adoçados com açúcar ou amido de milho (que não foram examinados em qualquer estudo).

Corrupção: uma Breve História do Aspartame

É os refrigerantes diets são realmente ruins para você? Esta não é a primeira nem será a última vez que o refrigerante diet  artificialmente adoçados  viram alvo sob o fogo da comunidade científica. A Food and Drug Administration aprovou rapidamente o aspartame, chamado de "Nutrasweet", em 1974, em uso de alimentos limitados, mas só depois de analisar estudos fornecidos pela GD Searle Co.. Sim, o próprio inventor do aspartame. 

Foi só depois que um psiquiatra depois de realizar uma pesquisa ele concluiu que o ácido aspártico - um ingrediente chave na aspartame -fez buracos no cérebro de ratos, que a FDA arredondou uma força-tarefa para investigar as alegações de Searle. A investigação revelou uma série de reivindicações falsificadas, corrompidas, os resultados do estudo e informações que simplesmente não estava lá.  

Desde então, a criação do geneticamente modificado, aspartame, tem sido implicado numa série de estudos sob seu potencial para a formação de tumores, convulsões, furos cerebrais e problemas reprodutivos. Mas a grande mídia não vai denunciar no link aspartame e o câncer. 

Outros adoçantes artificiais, como a sucralose (supostamente "feito de açúcar"), têm sido implicados em outros problemas de saúde como a mudança da flora intestinal e impede a absorção de nutrientes adequados, de acordo com a edição de janeiro de 2008 do Jornal de Toxicologia e Saúde Ambiental

Até agora a Stevia recebeu críticas pouco comparativas para os adoçantes artificiais, embora o uso excessivo pode ser advertido como com qualquer coisa. A Stevia é, no entanto, mais segura para utilizar do que o açúcar ou artificial OGM, especialmente para os diabéticos. 

 ( via naturalsociety.com )

Fonte: disclose

 



Share this article :
 
Reações: 

Postar um comentário

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2011. Diversão, informação e muito mais... - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger